compromisso de qualidade e melhoria contínua
 
 
 
 
 
 
 
 

Como Escola Profissional, dedicada a ensinar e habilitar jovens para a vida ativa, a EP-ASAS renova em cada ano letivo o seu compromisso de Qualidade da sua organização e dos serviços que presta aos seus Alunos e à Comunidade. A Qualidade é entendida como um processo dinâmico: hoje melhor que ontem e pior que amanhã. Isto significa um atitude motivada e motivadora no sentido da melhoria contínua.

Do EQASAS ao EQAVET
Construímos o EQASAS um sistema de gestão da qualidade, procurando sistematizar e documentar cada um dos procedimentos que fazem parte do dia-a-dia da Escola. Acompanhando a tendência europeia e a legislação nacional, tomámos a decisão de alinhar esse sistema com o Quadro de Referência Europeu de Garantia da Qualidade para a Educação e Formação Profissional, conhecido pela sigla EQAVET, European Quality Assurance Reference Framework for Vocational Education and Training, O processo está em curso: a EP-ASAS está a trabalhar para obter a certificação EQAVET.


 
 
 
 
EQASAS logo
© EPASAS GDE2
 
 
 
 
 
 
 
 

O sistema de Gestão da Qualidade envolve todos os responsáveis da EP-ASAS. Para coordenar o trabalho de planeamento, implementação, avaliação e revisão, foi criada a EQUIPA EQAVET, com a composição seguinte:

António Ricardo Batista (coordenador), Gabinete de Desenvolvimento Estratégico
Maria Odete Martins, Diretora Pedagógica
Maria da Glória Ferreira, Diretora Executiva
Maria Rita Perestrello, Coordenadora de Curso TAE/TAI
Filipa Varela, Diretora de Turma
Ana Isabel Arrais, Gabinete de Psicologia
Joaquim Pedro Campos,
Provedor do Estudante
Ana Rita Diogo, Secretaria



 
 
 
pexels-fauxels-3183150
 
 
 
 
 
 
 

indicadores

 

O sucesso da EP-ASAS é o sucesso dos seus Alunos.
O primeiro indicador que monitorizamos é obviamente a TAXA DE CONCLUSÃO*.
A EP-ASAS procura acompanhar o percurso dos seus diplomados, para apurar outros indicadores não menos importantes: a TAXA DE EMPREGABILIDADE** e a TAXA DE PROSSEGUIMENTO DE ESTUDOS***.

No Ciclo de Cursos Profissionais de 2016-2019, foram apurados os seguintes indicadores:
 

TAXA DE CONCLUSÃO
 
 
 
 
 
 
 
 
 

TAXA DE EMPREGABILIDADE e TAXA DE PROSSEGUIMENTO DE ESTUDOS
 
 

* A TAXA DE CONCLUSÃO é a percentagem de alunos que iniciaram e concluíram o 3.º ano do seu Curso Profissional.
** A TAXA DE EMPREGABILIDADE é a percentagem de diplomados que conseguiram emprego nos primeiros seis meses após a conclusão do seu Curso.
*** A TAXA DE PROSSEGUIMENTO DE ESTUDOS é a percentagem de diplomados que prosseguiram os seus estudos, designadamente no Ensino Superior, logo a seguir à conclusão do seu Curso Profissional. Esta taxa não abrange os diplomados que voltam aos estudos mais tarde.
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A EP-ASAS está em processo de alinhamento com o Quadro de Referência EQAVET. Estes são os documentos base desse alinhamento [clicar para abrir].
Documento Base
Plano de Ação
Relatório de Progresso Anual
Relatório do Operador


 
 
EQAVET logo pt
 
 
 
 
EQAVET logo eu
 
 
 
 
 
 
 

A missão educativa para os próximos 4 anos letivos:

  • Criar um “ethos formativo” promotor do desenvolvimento pessoal e da cidadania;
  • Promover uma cultura de qualidade e de participação;
  • Desenvolver a inclusão de todos os alunos,melhorando as competências potenciais de cada um;
  • Estabelecer exigentes padrões éticos na formação e na inserção profissional;
  • Aprofundar a reflexão estratégica para antecipar linhas de intervenção adequadas às necessidades emergentes no tecido social;
  • Alargar o quadro de parcerias com entidades formativas e de prestação de serviços à comunidade;
  • Desenvolver a qualidade e formação dos docentes;
  • Manter e aprofundar uma prática regular de monitorização da qualidade;
  • Proporcionar aos alunos um acompanhamento multidireccionado,de grande proximidade;
  • Proporcionar aos alunos um contacto frequente com um leque abrangente de iniciativas culturais que os prepare para uma maior abrangência e maleabilidade do seu perfil pessoal e profissional.


Para uma visão mais detalhada, ver o PROJETO EDUCATIVO da EP-ASAS (clicar na imagem ao lado).


 
 
 
peducativo
 
 
 
 
 
 
 
 
PROJETO PEDAGÓGICO 2018-2019


 
ped 18-19
 
 
 
PROJETO PEDAGÓGICO 2019-2020


 
ped 19-20
 
 
 
PROJETO PEDAGÓGICO 2020-2021


 
ped 20-21
 
 
 
 
 
 
 
 

Em cada turma, é seguido o Plano Curricular que especifica as várias disciplinas e as respetivas cargas horárias, distribuídas pelos três anos de duração do respetivo Curso Profissional.

Com a pandemia e a suspensão das atividades letivas presenciais, a EP-ASAS e os seus Alunos tiveram de adaptar estes planos, de forma a alterar a distribuição das disciplinas e cargas horárias pelos vários anos, mantendo o cumprimento das cargas horárias definidas.

Para consultar os Planos Curriculares das Turmas em funcionamento, clicar:

Curso Profissional de Técnico de Apoio à Infância
Turma I 2018-2021: PLANO CURRICULAR INICIAL - PLANO ADAPTAÇÃO COVID
Turma F 2919-2022: PLANO CURRICULAR INICIAL - PLANO ADAPTAÇÃO COVID

Curso Profissional de Técnico de Ação Educativa
Turma H 2020-2023 PLANO CURRICULAR INICIAL - PLANO ADAPTAÇÃO COVID

Curso Profissional de Técnico de Turismo
Turma E 2019-2022 PLANO CURRICULAR INICIAL - PLANO ADAPTAÇÃO COVID
Turma G 2020-2023 PLANO CURRICULAR INICIAL - PLANO ADAPTAÇÃO COVID
 
 
 
 

O Projeto Curricular de Turma baseia-se na elaboração de um projeto contínuo, aberto e dinâmico, através da participação diferenciada entre professores, coordenadores e demais agentes do processo educativo, no sentido de promover o trabalho interdisciplinar e gerar melhorias nas práticas educativas possibilitando, desta forma, a realização de aprendizagens realmente significativas.

Fazendo a ponte entre a teoria e a prática e em consonância com o Projeto Pedagógico da Escola, o Projeto Curricular de Turma é elaborado para corresponder às especificidades da turma, e às características de cada aluno, criando opções e prioridades de aprendizagem, delineando, por conseguinte, as estratégias para as pôr em prática. Deste modo e sendo um modelo aberto, permite ainda que se possa reconstruir e adaptar as necessidades de aprendizagem dos alunos sempre que seja necessário, sendo cada aluno, de per si, o centro de todo o processo educativo e, por conseguinte a razão motriz deste projeto.

Para ver os Projetos Curriculares das Turmas em Funcionamento, clicar na linha respetiva:


Curso Profissional de Técnico de Apoio à Infância
Turma I 2018-2021
Turma F 2919-2022

Curso Profissional de Técnico de Ação Educativa
Turma H 2020-2023

Curso Profissional de Técnico de Turismo
Turma E 2019-2022
Turma G 2020-2023





 
 
 
 

Planear, organizar, preparar são sinónimos da tarefa habitual e desafiante do Professor ao longo da sua carreira de docente, assumindo uma grande importância na sua prática profissional. O planeamento de uma disciplina exige dedicação, reflexão, e articulação para que, a posteriori, traga resultados positivos, garantindo deste modo as necessidades, o interesse e a motivação dos alunos. Nos cursos profissionais, e porque se preparam módulos com cargas horárias reduzidas, o planeamento assume um carácter ainda mais rigoroso, já que é necessário antecipar ideias, aplicá-las aos programas estipulados, e adaptá-las à comunidade escolar, definindo-se o que será, como será e quando será aprendido.

Exemplos de planeamento de Disciplinas na EP-ASAS

PORTUGUÊS
TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E ACOLHIMENTO TURÍSTICO





 
 
 
pexels-karolina-grabowska-4491458 (1)
 
 
 
 
 
 

Os Cursos Profissionais contemplam nos seus planos de estudo a realização de um ou mais estágios curriculares, uma experiência que permite, em grande parte dos casos, o primeiro contacto do Aluno com a realidade do trabalho na sua área de formação. Em cada um dos três anos de duração do curso, o Aluno tem a oportunidade de lidar e aprender em contexto de trabalho. É aí que começa a mostrar o seu perfil e atitude profissional, ao mesmo tempo que demonstra e enriquece as suas competências técnicas.

Para cada Aluno, é elaborado um Plano Individual de Estágio, que define o local, o horário, os direitos e deveres do Aluno estagiário, os objetivos e conteúdos da formação em contexto de trabalho, a metodologia de acompanhamento e a avaliação. Clicando na linha respetiva, podem ver-se as bases dos planos individuais.

Curso Profissional de Técnico de Apoio à Infância
Plano Individual de Estágio - TAI - 1.º Ano
Plano Individual de Estágio - TAI - 2.º Ano
Plano Individual de Estágio - TAI - 3.º Ano


Curso Profissional de Técnico de Turismo
Plano Individual de Estágio TT - 1.º, 2.º e 3.º Ano

Durante o período de estágio, o estagiário, terá também a oportunidade de desenvolver competências e aplicar e reflectir sobre os conhecimentos adquiridos em sala de aula. As atividades do Aluno durante o estágio são registadas:


No final do estágio, a avaliação é feita em dois documentos:


O Aluno elabora o seu RELATÓRIO DE ESTÁGIO, no qual detalha todo o trabalho desenvolvido em contexto de trabalho. Na elaboração deste relatório, os Alunos devem, ter em conta:

  • As normas gráficas recomendadas pela Escola;
  • Os conteúdos obrigatórios e a respetiva cotação.
Para ver exemplos de conteúdos obrigatórios e respetiva cotação, clicar:

Fatores de Avaliação do Relatório de Estágio -TAI - 1.º Ano
Fatores de Avaliação do Relatório de Estágio -TAI - 2.º Ano
Fatores de Avaliação do Relatório de Estágio -TAI - 3.º Ano


A EP-ASAS tem protocolos com entidades acolhedoras de estágio responsabilizando-se assim pela colocação de todos os Alunos na sua formação em contexto de trabalho.

A EP-ASAS orgulha-se do desempenho dos seus Alunos. Não raro, as instituições e empresas de estágio acabam por celebrar contratos de trabalho com os jovens diplomados pela EP-ASAS, com base no seu desempenho enquanto estagiários.





 
 
 
 

A EP-ASAS promove a Educação Inclusiva e orgulha-se da diversidade dos seus Alunos. Este compromisso implica a capacidade para promover e assegurar a educação para todos os Alunos, estando atenta à diversidade de perfis e garantindo que cada jovem tem as condições de que necessita para realizar as aprendizagens previstas. O compromisso de Educação Inclusiva envolve toda a comunidade escolar e a sua concretização prática traduz-se num conjunto de medidas concretas definidas por uma Equipa Multidisciplinar, que trabalha em estreita articulação com a Direção Pedagógica e o Conselho Pedagógico e com a participação dos Professores Tutores de Turma.

Equipa Multidisciplinar responsável pelas Medidas de Educação Inclusiva:

Ana Arrais (psicóloga, coordenadora da Equipa Multidisciplinar)
Maria João Garcia (docente de educação especial)
Maria da Glória Ferreira (professora tutora)
Filipa Varela (professora tutora)
Rita Perestrello (professora tutora)

O trabalho de observação, de definição de estratégias e medidas específicas para cada Aluno, é feito de forma sistemática e documentada

Instrumentos de Educação Inclusiva:

RELATÓRIO TÉCNICO-PEDAGÓGICO
PROGRAMA EDUCATIVO INDIVIDUAL



 
 
 
sam-balye-w1FwDvIreZU-unsplash
 
 
 
 
 
 
 


CRITÉRIOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES DA EP-ASAS

A Fundação Monsenhor Alves Brás (FMAB), entidade proprietária da EP-ASAS tem uma política própria de contratação de Professores, baseada na competência profissional e no respeito pelo ideário da Instituição. Os critérios de contratação estão sintetizados no documento seguinte:

CRITÉRIOS DE CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES


AVALIAÇÃO DE PROFESSORES

A avaliação de professores visa melhorar as práticas educativas e contribuir para o sucesso da aprendizagem e da vida profissional dos Alunos. A avaliação permite detetar necessidades de formação nas diferentes dimensões e competências dos professores. EP-ASAS tem um procedimento próprio para avaliar os seus professores.

PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DE PROFESSORES





 
 
 
pexels-kampus-production-5940829
 
 
 
 
 
 
 
 

A avaliação é parte essencial de todo e qualquer sistema de gestão da qualidade. O Gabinete de Desenvolvimento Estratégico da EP-ASAS delineia e executa inquéritos e estudos de avaliação com o objetivo de conhecer melhor os Alunos e as suas necessidades. Estes estudos têm caráter periódico e medem o 'sentir' dos membros da comunidade escolar sobre todos os aspetos do funcionamento da EP-ASAS.
Para ler os relatórios destes estudos, clicar nos links seguintes:

 
 
 
pexels-fox-1595391
 
 
 
 
 
 
 

Em atualização.